Escolha os bairros de sua preferência

TIPO DE IMÓVEL

ESTÁGIO DO EMPREENDIMENTO


BLOG

30 de janeiro de 2019

Dicas de como integrar cozinha compacta com sala de jantar

Integre sua cozinha compacta com a sala de jantar e ganhe espaço e harmonia

Cozinhas compactas são espaços que, quando bem mobiliados, equipados e decorados, podem ser bastante úteis e práticos, em qualquer casa ou apartamento.

Mas um truque que sempre deixa esse espaço mais amplo e a casa mais charmosa é integrar a cozinha com a sala de jantar.

Confira nossas dicas e comece a sonhar com essa reformas em sua casa!

 

O desafio das cozinhas compactas

Um ambiente tão complexo quanto uma cozinha – e ainda sendo de proporções reduzidas – pode simbolizar um enorme desafio para o arquiteto ou designer de interiores.

É complicado mesmo acomodar, num cômodo assim, equipamentos tão grandes – tipo uma geladeira e um fogão – mais armários e balcões para panelas, pratos e outros utensílios domésticos. Nesse caso, otimizar áreas é fundamental!

 

Agora,se não é mais possível encontrar espaço para colocar tanta coisa, o jeito é ser criativo. No passado, obviamente, se precisava de menos objetos na cozinha.

Hoje, para facilitar a vida – que está tumultuada -, se tem a necessidade de muito mais. E não é só isso, também há o desejo das famílias de permanecerem mais tempo juntas. Então, parece que, de repente, o antigo layout das moradias ficou defasado.

 

Sobre as cozinhas integradas

Com base nos padrões dos americanos, que propuseram uma nova organização de planta para os imóveis residenciais, surgiram as cozinhas e sala integradas.

Trata-se de ter ambientes unidos, embora bem setorizados; e diversas atividades sendo exercidas ao mesmo e num mesmo ponto da casa. Não há bloqueios visuais, uma pessoa pode ver a outra e interagir, mesmo estando em lados opostos.

“Normalmente, os espaços estão sendo reduzidos e a integração está cada vez mais comum”, “São novas formas de vida e consumo, são pessoas de uma geração com novos costumes.” – arquiteto José Marcelino, em reportagem de Correio 24 horas.

 

Claro que para tudo há vantagens e desvantagens; claro que com as cozinhas integradas isto não seria diferente. É interessante que, por meio desse processo, áreas reduzidas possam parecer mais amplas, abertas, bem iluminadas e ventiladas. Assim, as pessoas podem se relacionar melhor, compartilhando tarefas e também momentos.

Em outras ocasiões, ter cozinha e sala integradas pode parecer um erro gravíssimo. Por ser uma área aberta, qualquer bagunça, de um lado ou de outro, pode transmitir uma mensagem de descuido.

A ordem é sempre fundamental!  Mas, algo que não pode ser evitado, por exemplo, é a gordura da comida indo direto para a área de estar, danificando e deixando tudo com manchas e mau cheiro.

 

Assim sendo, é preciso manter todos os espaços da casa sempre limpos e organizados – além de caprichar na decoração. Quando a cozinha é aberta para a sala de jantar, os dois cômodos devem seguir o mesmo estilo, estando em harmonia.

Por serem espaços destinados a diferentes atividades, é necessário um estudo aprofundado para descobrir qual o seu ponto de melhor elo.

“Portanto, quando cozinhas e salas são integradas esse vira o ponto de encontro especial na casa!”

 

Na hipótese dois ambientes serem integrados, o projetista tem a chance de “jogar” parte das funções de um para o outro. Por exemplo, se a cozinha é compacta demais, pode-se criar, do lado da sala, uma bancada extra que sirva para apoiar as panelas ou servir as refeições.

Mas essa é só uma das muitas formas de se integrar ou separar cozinhas e salas que foram unidas em planta baixa. Entenda o caso a seguir!

 

Integrando cozinhas compactas às salas de jantar

A meia parede ou balcão é só um jeito de integrar cozinhas e salas de jantar. Podem-se fazer subtrações de elementos construtivos, transparências e vazados. Também dar ideia de continuidade, de união de ambientes, por meio da materialidade de piso, de parede ou pelo acabamento dos móveis.

Compartilhar o mesmo esquema de luz. Ou, simplesmente, voltar as peças mobiliárias umas para as outras.

 

Somar cozinha e sala de jantar não é algo que qualquer pessoa saiba fazer. Tem que estudar muito bem o imóvel e entender as opções. Identifica-se que o resultado foi correto quando, ao olhar os meios, crê-se que se trata de um espaço só.

Não se percebem os limites, embora eles estejam lá. Percorrer toda a habitação parece algo fluido, descomplicado. Tem-se uma sensação de liberdade!

 

Viu quantos modelos de cozinhas compactas que acabaram favorecidas com a integração com salas de jantar? Sua arquitetura e decoração parecem, sem dúvida, bastante valorizadas.

 

Quer experimentar em sua casa? Com certeza o local vai ficar mais amplo, moderno e atual. Reveja as imagens, quem sabe você não se inspira e faz uma transformação completa na planta de sua casa?

Estes truques para integrar cozinha e sala de estar foram criados pela equipe Viva Decora.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

25 de julho de 2018

Dicas de decoração especial para consultórios e clínicas

Leia mais
06 de junho de 2018

Cozinha americana: como planejar uma cozinha prática e funcional

Leia mais
31 de outubro de 2017

Separou? E agora, como voltar a viver sozinho?

Leia mais