Escolha os bairros de sua preferência

TIPO DE IMÓVEL

ESTÁGIO DO EMPREENDIMENTO


BLOG

27 de novembro de 2018

Decoração de recepção de consultório: como deixar a recepção da sua clínica mais confortável

Transforme a decoração de recepção de consultório e deixe sua clínica mais aconchegante.

 

Como você enxerga a recepção da sua clínica? É apenas um lugar onde os pacientes aguardam a consulta, ou um espaço para transmitir uma boa primeira impressão? A diferença entre esses dois pontos de vista é refletida, principalmente, nos cuidados que você tem com a decoração de recepção de consultório.
Pensar uma decoração aconchegante e adequada à sua marca é extremamente importante, porque é ela que impressiona e fideliza o paciente.

Ficou interessado no assunto? Veja as dicas que separamos sobre como decorar melhor o seu consultório!

Decoração de recepção de consultório: comece pelo estilo 

O primeiro ponto é pensar qual será o estilo da sua decoração de recepção de consultório. Afinal, é ele que ditará o tom de todo o ambiente. É importante que ele esteja em sintonia com:

  • a sua especialidade;
  • o público-alvo;
  • os desejos e as sensações que pretende despertar nessas pessoas;
  • a promessa da sua marca: o que torna o seu consultório diferente dos demais? As tecnologias, os profissionais bem preparados, o atendimento humanizado?

Traçado o perfil, pense nos estilos decorativos que transmitem a mensagem pretendida, mantendo a sintonia com os anseios e desejos dos seus pacientes.

Geralmente são os estilos modernos e contemporâneos os mais usados, mas você poderá pensar em outros, como o escandinavo, que usa uma paleta de cores mais neutras, e o vintage, que resgata alguns elementos de épocas anteriores para transmitir aconchego.

Escolha as cores

A cartela de cores é decisão bem importante. É fundamental que as tonalidades escolhidas dialoguem com o seu logotipo, o estilo decorativo, o público-alvo e consigam comunicar as sensações que você quer imprimir na decoração.

Tons mais neutros e claros, normalmente, são os mais indicados, porque acalmam. São, por isso, convidativos ao aconchego. Boas ideias são os tons de verde, azul, lilás, lavanda, off-white, amarelo e rosa.

Dependendo da sua especialidade, é possível “ousar” um pouco mais. Os pediatras, por exemplo, podem lançar mão de cores mais fortes, papéis de parede alegres e outros itens que conversem melhor com as crianças, ajudando-as a se sentirem seguranças.

Uma dica importante é evitar o branco puro na maior parte da decoração. Caso contrário, você poderá acabar com uma recepção que mais se assemelha à de um hospital. Em alguns pacientes, essa associação desperta sensações ruins.

Analise os móveis

Os móveis também precisam estar em sintonia com a sua promessa de marca, seu público e seu estilo decorativo.

É essencial primar pelo conforto! Esperar pelo atendimento em cadeiras e sofás desconfortáveis passa a impressão de que o profissional não se preocupa com o bem-estar da sua clientela. Lembre-se, também, de analisar o espaço disponível. Móveis grandes demais podem atrapalhar a circulação, enquanto os muito pequenos podem dar uma sensação de vazio nada agradável.

Se não existir espaço suficiente, invista em poltronas, opções modernas e aconchegantes. Você poderá aproveitar para brincar com as cores, escolhendo os principais móveis em tons neutros e investindo em alguns pontos mais coloridos, como as estampas de poltronas e almofadas.

Essa é uma ideia válida principalmente para os médicos que possuem tonalidades fortes nos seus logotipos (evita-se, com isso, aplicar essas cores fortes nas paredes, por exemplo).

Para a recepção, é possível usar tanto balcão tradicional como mesa. Definir qual opção será a melhor dependerá do que você deseja transmitir. A mesa pode parecer mais informal, mas também aproxima funcionários e pacientes.

É importante que exista sintonia e unidade entre os elementos dos móveis. Se as poltronas tiverem os pés no estilo palito de madeira, essa característica poderá se repetir nos detalhes do balcão e na mesa de centro. Se o sofá for de couro, o mesmo material pode ser usado no estofado das poltronas, e assim por diante.

Disposição 

Na hora de pensar no melhor layout, priorize sempre a circulação, tornando o ambiente harmonioso e prático. Procure evitar:

  • concentrar todas as cadeiras, sofás e poltronas em um só espaço;
  • colocar os pacientes de costas para a porta de entrada;
  • desconsiderar os pacientes e/ou acompanhantes com necessidades especiais, como cadeirantes.

 

Use acessórios e elementos decorativos

Nenhuma decoração está completa sem acessórios e elementos decorativos. Aqui, estamos falando do papel de parede, dos quadros, das almofadas e vasos.

Esses detalhes personalizam a decoração de recepção de consultório, além de favorecer o aconchego. Você pode usar itens que remetam à sua especialidade, ou que estejam em sintonia com o seu público-alvo e com o estilo decorativo.

Dispor alguns livros e revistas é indispensável para ajudar a passar o tempo. É importante que as publicações sejam recentes e despertem o interesse do seu público. Um consultório pediátrico pode ter gibis para as crianças, enquanto médicos que atendem executivos podem assinar revistas sobre a área de negócios.

Posicionar adequadamente a televisão, oferecer água, chá e café e disponibilizar a rede de wi-fi podem parecer detalhes, mas são cuidados que fazem o paciente se sentir mais à vontade e acolhido.
Por último, claro, não se esqueça de que a decoração de recepção de consultório, além de bonita, precisa ser funcional. Então, pense em maneiras de o balcão ou a mesa da recepção contar com todas as ferramentas necessárias para um bom trabalho, evitando deslocamentos constantes.
Por fim, sempre analise: se você fosse paciente do seu próprio consultório, iria se sentir bem recepcionado?

Gostou dessas dicas? Cadastre-se na nossa newsletter e receba outras tão bacanas como essas!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

04 de setembro de 2018

Saiba como usar potes decorativos na cozinha

Leia mais
13 de julho de 2017

Apartamento para solteiros: como morar bem em apartamento compacto

Leia mais
24 de maio de 2018

Como escolher e combinar almofadas decorativas para sofá

Leia mais