Escolha os bairros de sua preferência

TIPO DE IMÓVEL

ESTÁGIO DO EMPREENDIMENTO


BLOG

26 de setembro de 2019

Personalize a decoração de sua casa com o papel de parede perfeito

Transformar um cômodo de casa não deve ser sinônimo de dor de cabeça. Existe uma alternativa para toda a bagunça, sujeira e poeira que envolve uma reforma tradicional. No lugar de certos revestimentos, vale a pena investir em papel de parede.

Este é um recurso adotado por vários arquitetos e designers. Cria um forte impacto visual em suas propostas, enriquecendo facilmente a estética dos ambientes – e, o melhor, sem deixar resíduos.

2MArquitetura Arquitetura e Interiores

O papel de parede na decoração de interiores

Como dito antes, o papel de parede é uma arma poderosa para decoração de interiores. Ele pode ajudar a personalizar muitos cantinhos especiais da casa, criando ilusões e dando amplitude ao local instalado dependendo de sua textura ou desenho.

Ademais, os papéis de parede, em tese, também ajudariam a melhorar as condições termo acústicas das residências.

Marel – Grupo Factory e Claudia Comparin

Há inúmeras opções de papel de parede no mercado – em vários materiais, cores, texturas, estampas, padronagens e acabamentos. Vale a pena conhecer todas para estudar as possibilidades de como deixar a casa mais aconchegante e estilosa.

Por certo, há um modelo indicado para cada situação e também para cada tipo de ambiente – sala, cozinha, quarto, lavabo e mais. Veja a seguir.

Studio Novak e Korman Arquitetos

Tipos de papel de parede disponíveis no mercado

As diferenças dos papéis de parede não estão apenas na estética. Há outras variações que vão além do olhar. Cada produto terá suas especificações. Por isso, é importante estar atento ao que recomenda os fabricantes.

A começar sobre o sistema de aplicação do material sobre superfícies como paredes e tampos de móveis, por exemplo. Em alguns casos será preciso cola, mas em outros o material já vem adesivado.

Quanto ao sistema de fabricação dos papéis de parede, existem basicamente três tipos conhecidos. Os tradicionais são à de celulose – serviriam apenas para ambientes secos, limpos somente com pano úmido.

Os vinílicos em PVC – duráveis, fáceis de limpar, e mais resistentes à luz e à umidade. E, por fim, os em TNT –  que parecem imitar tecidos, criando um efeito ainda mais belo nas decorações de interiores.

Joana Deicke Maria Manoela Bento Pereira

Escolhendo o papel de parede para a decoração de casa

Como dito antes, existe um papel de parede certo para cada tipo de ambiente. E sabendo fazer a escolha certa o material terá uma vida útil maior. Veja, logo abaixo, alguns critérios de escolha do papel ideal para a decoração de casa.

#1 Estilo

Pode-se escolher o papel para decoração de casa pelo critério do estilo. Isto quer dizer que o material vai apresentar uma paleta de cores e um desenho que combina com o gosto da família e em como ela deseja personalizar a sua casa.

Há algumas linhas de design que se pode citar neste texto. Por exemplo, retrô, combinando com tons mais fortes; moderno, com estampas listradas e geométricas; e clássico, com motivos florais.

Teresinha Nigri

#2 Material

Já foram citados os três tipos de papéis de parede conhecidos. Há momentos em que o decorador se deparará com a seguinte situação: em que o cliente deseja personalizar um lavabo ou outra área molhada da casa com tal material.

Daí é o caso de refletir bem o que poderia resistir a este grau de umidade. O papel de parede vinílico é a opção mais acertada, pois não absorve tanta água ou mesmo gordura.

Infinity Spaces e Revista Viva Decora

Revista Viva Decora e Rodrigo Fonseca

#3 Local de instalação

Papel de parede pode ficar em destaque na decoração de qualquer ambiente. Ser instalado em formatos diferentes, variando de acordo com o efeito que se quer causar.

Talvez em apenas uma parede, meia parede, no teto, em uma faixa de superfície, ou em todas as paredes. O efeito resultante pode ser bem bacana e inesperado. Só deve-se evitar os excessos para não causar qualquer desconforto visual.

Actual Design

Se o imóvel apresentar ambientes compactos, o cuidado com a escolha do papel de parede deve ser redobrado. A melhor alternativa é usar o material com precaução, somente em alguns pontos específicos da decoração.

De acordo com a designer Gisele Koraicho, em reportagem de Correio do Estado, “seguir a máxima quanto menor o espaço, menor a estampa é uma tática infalível para não errar”.

“Em ambientes espaçosos não há problema algum em aplicar papel em todas as paredes. Apesar disso, se o modelo tiver desenhos e cores muito fortes, o indicado é usar em, no máximo, duas paredes para não sobrecarregar o espaço” – Giseli Koraicho.

Patrícia Azoni e Guardini Stancati Arquitetura + Designer 

Determinar o local de instalação do papel de parede é fundamental para a escolha do mesmo. Se a área de cobertura for grande, pode-se escolher um desenho de gramatura maior.

Uma tendência que está em alta são os papéis que imitam outros materiais, como tijolo e madeira. Mas as versões em cores neutras são mais fáceis de combinar com estofados, cortinas, colchas, tapetes, almofadas e mais, cansando menos o olhar.

Bruno Sgrillo Arquitetura

Tons claros ajudam a ampliar os ambientes. Tons quentes dão mais aconchego, deixando a decoração mais intimista. Listras destacam certo sentido do cômodo – largura ou altura. E geometrias deixam o cenário mais moderno e descontraído.

Então, encontre o equilíbrio. Pesquise mais para saber qual modelo de papel de parede poderia contribuir para a beleza e a harmonia de sua casa. Guie-se pelo seu bom senso e bom gosto. E não se esqueça da criatividade!

Essas dicas para escolher um papel de parede na decoração da casa foram criadas pela equipe Viva Decora.

 

 

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

25 de abril de 2018

Como combinar as cores na decoração de apartamento pequeno

Leia mais
07 de novembro de 2017

Chegou a hora de morar sozinho

Leia mais
06 de março de 2019

Consultórios: dicas de decoração, mobiliário e de mezanino

Leia mais