Escolha os bairros de sua preferência

TIPO DE IMÓVEL

ESTÁGIO DO EMPREENDIMENTO


BLOG

02 de setembro de 2019

Você sabe o que é pé-direito?

Descubra o que é pé-direito, entenda por que ele é tão importante e aprenda como avaliá-lo no imóvel antes de comprá-lo.

Existem alguns termos da arquitetura que podem não dizer muita coisa para quem não é da área. Um deles é o famoso pé-direito, que costuma ser citado como diferencial nos imóveis.

Se você não sabe o que é pé-direito, desconhece sua importância em uma obra e nem imagina como ele pode ser contribuir para a valorização das plantas dos imóveis, continue a leitura.

O que é pé-direito?

Pé-direito é o nome usado na construção civil para medir a distância do pavimento até o teto. Em ambientes comuns, a altura do teto costuma ter medidas padrões, mas, em um ambiente diferenciado, é possível encontrar modalidades como pé-direito duplo, triplo, alto, entre outros.

Essa informação é muito importante para quem trabalha com arquitetura e design de interiores, já que a altura do pé-direito interfere não apenas na beleza do ambiente, como também nos projetos de iluminação, gesso, forro, sanca etc.

Chamamos de pé-direito duplo os casos em que a altura entre o piso e o teto equivale quase ao dobro da medida padrão. Lembrando que uma mesma casa não precisa ter a mesma altura de pé-direito em todos os cômodos. É possível ter um pé-direito duplo na sala e a altura padrão nos quartos, por exemplo.

Qual é a origem desse nome?

Apesar de ser um termo muito usado no dia a dia, ele causa estranheza para quem é de fora da área da construção civil. A curiosidade é que essa expressão é utilizada apenas no Brasil. Engenheiros e arquitetos no período colonial empregavam-na para designar as estacas de madeira que sustentavam as estruturas das construções.

O sentido da expressão confirma essa hipótese de surgimento, já que “pé” também tem o significado de “árvore” e “direito” quer dizer algo que está no prumo, em ângulo reto. Desse modo, “pé-direito” designava as estruturas de madeira que formavam ângulo certo para dar base à construção.

Com o tempo o termo foi evoluindo até o sentido que o empregamos hoje em dia. O espaço entre o teto e o chão também era medido pelo tamanho do apoio de madeira que sustentava a obra.

Outra interpretação possível é de que a expressão significaria “altura certa”. No sistema de medidas, “pé” é a unidade que corresponde a 30,48 centímetros. Assim sendo, a palavra “direito” seria empregada no sentido de “correto”, para indicar a medida usual do solo ao teto que predominava em determinada região.

Por que ele é importante?

Independentemente da origem, o pé-direito é informação importantíssima para as construções. As cidades possuem até códigos de edificações que tratam sobre esse termo. Em São Paulo, por exemplo, a medida mínima é 2,5 m, e é apenas em garagens que é permitida uma altura menor, de 2,3 m.

Isso não é por acaso: a altura do pé-direito influencia muito no bem-estar interno da residência, pois mantém relação direta com a iluminação e a ventilação do ambiente.

Em épocas passadas, o pé-direito costumava ser mais alto do que a média atual. Até a década de 1950, o padrão era o pé-direito com cerca de 3 metros. A partir de 1960, esse número começou a ficar menor em decorrência da explosão populacional.

De maneira geral, quanto mais alto for o pé-direito, mais confortável será o ambiente. O contrário também é válido. Um pé-direito baixo pode deixar a construção mais intimista, mas pode, também, comprometer a iluminação e a ventilação, tornando o espaço mais abafado e quente, dificultando tanto a decoração quanto o uso de sancas, gessos e tetos rebaixados.

O que considerar na hora de comprar um imóvel?

Como você viu, o pé-direito é uma informação extremamente importante e que sempre deve ser levada em consideração quando você estiver escolhendo um imóvel. É ele que garantirá a sensação de amplitude, valorizará a iluminação natural e trará mais conforto térmico.

Além disso, um pé-direito amplo permite criar conceitos de decoração diferenciados, como a sanca, o teto rebaixado e a iluminação com spots, que estão em alta.

Quem gosta de móveis mais ousados, como camas suspensas, também precisa ficar de olho nessa informação.

A You se preocupa bastante com esse diferencial, tanto é que possui plantas com o pé-direito mais alto do que o padrão (3,70 m). Trata-se da tipologia studio+, que confere conforto, bem-estar e exclusividade aos imóveis. Essas plantas diferenciadas estão presentes nos empreendimentos Arq Vila MarianaYou,Perdizes e You,Harmonia.

Gostou de saber mais sobre pé-direito? Conheça mais opções de imóveis da You e encontre o seu novo lar!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

24 de janeiro de 2018

Dicas de decoração: tamanho da TV e distância mínima aconselhável

Leia mais
01 de março de 2019

Conheça os mais incríveis modelos de espelhos para banheiro

Leia mais
21 de agosto de 2017

10 motivos para comprar um imóvel na planta

Leia mais