Escolha os bairros de sua preferência

TIPO DE IMÓVEL

ESTÁGIO DO EMPREENDIMENTO


BLOG

04 de dezembro de 2018

Decoração industrial: despojada, econômica e sustentável

Decoração industrial: descubra essa tendência e arrase!

O estilo industrial é uma das maiores tendências em arquitetura, design e decoração de interiores da atualidade. É uma das linhas estéticas mais requeridas, tanto para projetos industriais quanto para projetos residenciais – especialmente para casa urbana.

Trabalhos de muitos artistas brasileiros seguem este padrão, mas a origem disso tudo veio de muito longe do país, nos Estados Unidos.

 

O surgimento do estilo industrial

O estilo industrial surgiu, primeiramente, no campo da arquitetura. Aconteceu por volta dos anos cinquenta e setenta, quando vários estúdios da cidade de Nova York, antes endereços de importantes fábricas, foram transformados em apartamentos.

Essa foi a consequência de um  grave período para a economia, que ficou conhecida como ‘A Grande Depressão de 1930’.

 

Na época, muitas empresas precisaram decretar falência e fecharam as portas. Com medo de que essas áreas ficassem abandonadas, à mercê de vândalos e arruaceiros, a prefeitura criou um projeto imobiliário que mudaria a paisagem da cidade.

Os velhos edifícios, com o passar dos anos, foram transformados em belos lofts e ateliês – hoje, altamente cobiçados, inclusive, por celebridades e renomados profissionais do ramo de arte.

 

Os novos lofts e ateliês nova-iorquinos

Os apartamentos nova-iorquinos, originados a partir de estruturas de antigas empresas e fábricas, apresentavam certas características que hoje ainda inspiram os arquitetos.

Por exemplo, eles tinham pés-direitos altos, janelas amplas, vigas e pilares aparentes, revestimentos de piso e paredes brutos, e encanamentos à vista. E muitos setores não possuíam divisórias – ficando, assim, demarcados somente pela decoração.

 

 

Quanto a este tipo de imóvel, o que mais agradou as pessoas foi o fato de que sua planta baixa era bastante flexível, permitindo, ao mesmo tempo, vários usos. Assim, num mesmo local, pode-se descansar e trabalhar.

Esta ideia combinou muito bem com o “novo conceito de morar” das cidades cosmopolitas, adentrando o período contemporâneo.

O sucesso da arquitetura industrial foi tamanho que percorreu os tempos e as fronteiras. Hoje, é possível ver projetos novos e no mesmo estilo sendo executados até mesmo no Brasil – e não só em áreas urbanas, mas, por incrível que pareça, também nas rurais.

Essa, na verdade, é mesmo uma ótima pedida para quem quer também uma  bonita decoração, mais diferente e cheia de personalidade. Confira o caso a seguir!

 

A decoração em estilo industrial

À primeira vista, a decoração em estilo industrial pode parecer qualquer coisa, menos decoração. Muitos detalhes podem ser um tanto quanto peculiares e ousados demais para aqueles que apreciam uma linha estética tradicional.

Porém, para os mais criativos, é como uma tela em branco, esperando para ser preenchida com peças icônicas, de design único e personalizado.

 

Portanto, o valor artístico do estilo industrial sempre foi inegável. Quanto a decoração de interiores, os ambientes, ao mesmo tempo em que têm aparência rústica e despojada, ainda são muito sofisticados. E o destaque principal vai para a iluminação, que vai salientar e valorizar os contrastes criados nesse jogo de cores e materiais, de aberto e fechado, de novo e velho, de familiar e exótico.

Como compor os cenários

Pode-se dizer que a essência principal das propostas de decoração em estilo industrial é, justamente, criar cenários que lembram mesmo galpões de fábricas e indústrias. Isso quer dizer que, em primeiro lugar, toda a arquitetura do imóvel deve ficar mesmo bruta. Ou seja, apresentando os materiais – como madeira, tijolo e cimento – em seus estados naturais, sem revestimentos.

“A inspiração está nos antigos armazéns com seus materiais e soluções simples, mas que com um toque de design podem ficar muito estilosos tanto em ambientes residenciais quanto nos comerciais.” – arquiteta Yasmim Alcaraz, em reportagem de Bonde.

“Bases neutras, como tijolo, concreto, cobre, aço Corten, e as cores preto e branco, quando misturadas a tons vivos e combinadas com móveis de design, deixam o ambiente leve, alegre e supercool.” – arquiteta Viviane Gobbato, em reportagem de Casas Bacanas.

 

É comum ver-se em casa no estilo industrial uma decoração mais prática, minimalista, econômica e sustentável. Muitos móveis são feitos de materiais de demolição – nas cores preto, branco e cinza -, remetendo à infraestrutura fabril.

Outros são produzidos de itens que iriam para o lixo, como tonéis, venezianas, malas antigas, garrafas de vidro, rodas de bicicleta, pallets, caixas de feira e mais.

Para quebrar um pouco com a frieza dos mobiliários em estilo industrial, itens mais vibrantes são acrescentados pelo decorador ao cenário.

Alguns exemplos são as almofadas, mantas, tapetes, cortinas e outros itens têxteis; além dos quadros, vasos e luminárias –  preferencialmente nas cores vermelho, amarelo, púrpura e turquesa. Artigos vintages e retrôs, plantas, livros e outros também combinam bem com a proposta.

A decoração industrial pode deixar o ambiente de sua casa moderno e sofisticado, experimente essa tendência!

Estas dicas de decoração industrial foram criadas pela equipe Viva Decora.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

10 de dezembro de 2018

Ideias e dicas de móveis para consultório médico

Leia mais
21 de agosto de 2017

10 motivos para comprar um imóvel na planta

Leia mais
06 de setembro de 2018

Dicas de decoração: como criar quadro de fotos para a parede

Leia mais